Acompanhe nossas Transmissões

Acessar

Acompanhe nossas Transmissões

Web Rádio -Web TV - Vídeos Transmissões Ao vivo

MARANHÃO | ENCHENTES- Municípios Maranhenses

Governo acompanha atendimentos em saúde nos municípios maranhenses impactados pelas chuvas
Nesta sexta-feira (7), uma comitiva do Governo do Estado realizou uma visita às cidades de Mirador, Colinas e Grajaú, municípios mais atingidos com as fortes chuvas que caem no Maranhão. O objetivo da ação foi acompanhar os serviços que estão sendo realizados para assistir a população dessas cidades que foram prejudicadas em função da cheia dos rios.


Comitiva do Governo do Estado acompanha as ações realizadas nos municípios maranhenses (Foto: Divulgação)

Liderando a comitiva, o vice-governador Carlos Brandão informou que o Maranhão já decretou estado de calamidade e que, além da Secretaria de Estado da Saúde (SES), todas as outras secretarias estão envolvidas no processo de auxílio às cidades atingidas pela chuva, através de um grupo de trabalho criado para auxiliar essa população.

“A SES está cuidando da vacinação, atendimento em saúde e da distribuição de medicamentos para essa população. Assim como a Sinfra está cuidando da viabilidade do tráfego das estradas estaduais, a Secid da questão do aluguel social e do Cheque Minha casa para recuperar as casas que foram atingidas, e o Corpo de Bombeiros está fazendo um diagnóstico dessa situação para que possamos atuar, inclusive, com a distribuição de cestas básicas”, afirmou o vice-governador Carlos Brandão.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressaltou que além de encaminhar medicação, nesta sexta (7), essas cidades também estão recebendo doses de vacina contra a gripe para evitar que, após as cheias, haja uma epidemia de síndromes respiratórias.

“Desde o início da semana, nós já encaminhamos equipes com médicos e medicação para essas cidades, sobretudo para a cidade de Mirador, onde o hospital municipal ficou em uma área que não está acessível em razão da cheia, então nós estamos fazendo um ambulatório com médicos, enfermeiros e demais profissionais durante todos esses dias, encaminhamos ainda uma ambulância para a cidade com essa finalidade”, disse o secretário.

Carlos Lula, destacou, ainda, que serão anunciadas novas medidas relacionadas ao enfrentamento das síndromes respiratórias para todo o estado.

“Entre as medidas, está a ampliação de leitos exclusivos para síndromes respiratórias com um cuidado especial para os leitos pediátricos. Vamos abrir leitos de UTI Pediátrica, pois com o atraso do início da vacinação infantil contra a Covid-19, podemos ter um número maior de casos de síndromes gripais. Estamos tendo esse cuidado exatamente para nos precaver e antever qualquer problema que venhamos a ter nesse sentido nas próximas semanas”, adiantou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Também participaram da comitiva o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, e o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), coronel Célio Roberto.

Aprovação

Em Mirador, cidade mais afetada, além da atuação dos profissionais da Força Estadual de Saúde (Fesma) nos povoados isolados pela chuva, foi montado um ambulatório para prestar assistência em saúde de baixa complexidade a pacientes que não estão conseguindo acesso ao hospital, e a população aprovou a iniciativa.

 

Sirla Maria Sousa de Castro, 25 anos, é moradora do Bairro Boné e foi uma das primeiras pessoas atendidas no ambulatório. Sentindo fraqueza, tosse, febre e dor nas costas, ela agradeceu o atendimento.

“Muita gente gripada, tossindo, com febre, com gripe renovada. Minha irmã teve que sair às pressas de casa, por causa da água. Muita gente não teve como se tratar antes por estar debilitado e com a enchente piorou. No meu bairro ninguém entrava nem saía. E agora eu consegui esse atendimento que vai me ajudar a melhorar. Moro num povoado afastado e o fato de ter esse ambulatório aqui diminuiu a distância para mim”, disse Sirla.

Outra pessoa que procurou o serviço foi a dona Noêmia Pereira da Silva, 69 anos, moradora do bairro São Francisco. “Ainda bem que consegui atendimento. Estou com febre, tossindo bastante e me sentindo fraca”, disse a idosa.

Apenas no primeiro dia de atendimento do ambulatório da cidade de Mirador, foram realizadas 48 consultas e 42 testes rápidos, sendo 2 positivos para Covid-19.




Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MARANHÃO  |   16/01/2022 18h14





MARANHÃO  |   08/01/2022 21h15


MARANHÃO  |   07/01/2022 10h57