POLICIA | Feminicídios; mais de 130% no Maranhão

Feminicídios apresenta crescimento de mais de 130% no Maranhão
​Em tempos de pandemia da COVID-19, os números mostram que a violência contra a mulher não diminuiu no Maranhão. Para facilitar o registro da agressão, já está à disposição das vítimas uma plataforma digital.




Foto Reprodução


Apesar da retomada gradual dos atendimentos, agora as mulheres podem realizar boletins de ocorrência e solicitações de medidas protetivas pela internet. As mulheres já começaram a utilizar a plataforma digital, que está disponível para todo o estado do Maranhão. Por enquanto, os crimes sexuais e de violência física ainda não podem ser registrados online.

Na internet, o usuário vai acessar a delegacia online e prestar informações sobre o denunciante, que pode ser a vítima ou outra pessoa. No mesmo cadastro, aparece ainda a opção de solicitar ou não a medida protetiva de urgência e até o auxílio da Patrulha Maria da Penha.

No Maranhão, a lei para o registro de ocorrência online tem validade enquanto durar a pandemia. Mas pode continuar sendo utilizado já que a medida, principalmente no interior do estado, pode ser mais eficaz para as mulheres.

Por Fernanda Fernandes

REPORTAGEM: TV  DIFUSORA



Confira o vídeo:






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLICIA  |  11/08/2020 - 12h